Conto adaptado da obra homonima de Machado de Assis - curta metragem 17 min

O conto descreve Uma nova humanidade como única alternativa para a continuidade dos homens.

Machado de Assis nos faz pensar no sentido da ética, no amor pelo homem e na beleza do planeta.

SINOPSE


Adaptado para o cinema do conto homônimo de Machado de Assis, “Viver!”, se desenrola a partir do encontro entre duas lendas. Prometeu, o titã imortal, responsável pela existência da vida humana, ao roubar uma fagulha do fogo divino para os homens, é castigado por Zeus e acorrentado em um rochedo onde uma águia come seu fígado diariamente. Ahasverus, o judeu errante, fora condenado por Deus, à peregrinar até o fim da humanidade, ao negar ajuda a Jesus enquanto este carregava a cruz a caminho do calvário.
Lendas surgidas em períodos históricos diferentes,osmitos travam um diálogo que leva o espectador a refletir sobre o espaço limiar que alude ao surgimento de uma nova era. Baseado nesses diálogos, o curta se desenrola em um magnífico cenário, em meio a Mata Atlântica, no Município de Cachoeiras de Macacú, e e tem no elenco Gracindo Jr. Como Ahasverus e Eriberto Leão como Prometeu, a narração de abertura é feita por Rodrigo Santoro, com o poema"Ahasverus e o gênio “,  de Castro Alves.